SEO para Jornalistas e Redatores


seo-para-jornalistas-e-redatores

Gerar conteúdo de qualidade para portais, sites e blog possui diretrizes e características diferentes de escrever para mídias impressas.
Devido à velocidade que a informação é consumida e a importância de fazer com que os usuários cheguem ao seu site, o conteúdo deve ser construído a partir de técnicas que além de mostrar mais eficácia e dinamismo na leitura faz com que os mecanismos de pesquisa consigam indexar as páginas em seus índices.

Para os jornalistas e redatores que não conhecem o termo, SEO significa Search Engine Optimization, no português Otimização para os Mecanismos de Pesquisa, ou seja, SEO é um conjunto de técnicas para fazer como que os sites obtenham um melhor posicionamento nas buscas do Google, Bing e Yahoo.

 

Leitura em “F”

 

Para começarmos a tratar sobre SEO para jornalistas e redatores vale lembrar a importância de pensar como os usuários leem os textos na internet, hoje temos um padrão de leitura em “F”.

A partir de estudos utilizando softwares que detectam o olhar do usuário, foi identificado um formato de leitura nos texto que são semelhantes à letra F do nosso alfabeto.

 

Leitura em F

 

Esta leitura mostra que as partes mais importantes da redação devem ficar sempre no primeiro paragrafo, pois é onde o usuário ira percorrer para entender o texto rapidamente. Como existem milhões de páginas semelhantes ao que você escreveu, é neste paragrafo que o jornalista tem a obrigação de passar rapidamente a importância de ler seu texto, e o mais importante a palavra chave que você escolheu para ser explorada deve estar no primeiro paragrafo.

Logo após o olhar do usuário é percorrido um pouco mais para baixo formando o segundo traço do “F” e por fim as pessoas acabam não chegando ao final do texto.

Esse esquema é chamado de scanning, ou seja, uma rápida passada do usuário pelo conteúdo. Conseguir prender a atenção neste processo faz com que o usuário se sinta mais confiante para ler todo o resto.

Então nada de blá, blá, blá no inicio dos 2 primeiros parágrafos.

 

Ordem no conteúdo

 

Seguir uma ordem visual atrativa, com espaçamentos, divisões claras, endentação, negrito, títulos e subtítulos melhoram a experiência do usuário, e favorecem a indexação no Google.

A ordem em títulos deve ser clara, em HTML os títulos são criados utilizando tags h1, h2, h3, h4, h5, h6, são essas tags que marcam a relevância de cada titulo, sendo o h1 como o titulo principal da matéria que não deve ser repetir durante o texto e as outras são os subtítulos seguindo sua ordem numérica.

Calma, se você não sabe HTML, os principais editores de texto que estão nos portais criam automaticamente essas tags quando você seleciona corretamente titulo 1 (h1), titulo 2 (h2) e assim por diante. Seguir a ordem correta define para o Google o que é mais relevante na sua página.

Dica: Lembre-se utilize sua palavra chave sempre no Titulo 1 (h1) do seu site, ele possui a força máxima na indexação.

 

Buscando palavras que estão em alta

 

Quando se vai gerar conteúdo saber o que as pessoas estão mais buscando na internet faz com que você possa achar uma grande fonte de visitas.

Do que adianta criar conteúdo do qual as pessoas não se interessam? Isso não ira gerar tráfego e consequentemente não trará conversões.

Hoje possuímos ferramentas que possibilitam fazer pesquisas de termos mais buscados e a partir destes termos podemos criar conteúdo relevante.

 

Google Trends

Uma ferramenta fácil de utilizar é o Google Trends (http://www.google.com.br/trends/). Com ele você pode colocar palavras chaves que você tem em mente para criar o seu artigo e verificar por estatísticas qual o volume de pesquisas, além disso, ele mostra palavras similares que possuem mais buscas e ainda mostra uma projeção do que estará em alta nos próximos dias.

Google Suggest ou Instant

Sabe quando você esta na barra de busca do Google e ele mostram para você algumas sugestões? Então essas sugestões são as palavras mais buscadas, você pode utilizar dessas sugestões para criar conteúdo relevante, e com isso gerar mais trafego para o site.

 

Agora que tenho minha palavra chave o que faço?

 

Com sua palavra chave em mão é hora de otimizar, é hora de falar sobre o assunto escolhido e fazer com que sua página esteja na frente de muitas outras no Google.

Para isso basta selecionar sua palavra chave e trabalhar ela em sua redação:

  • Utilize-a no titulo, lembra da tags h1?!
  • Agora utilize a palavra escolhida no seu texto, claro com moderação, é importante ela aparecer algumas vezes, mas não com muita frequência.
  • Utilize sinônimo para sua palavra ou frase, o Google entende que você quis dizer a mesma coisa.
  • Crie links para outras páginas dentro do seu site se alguma parte de seu conteúdo referencia a algo que você já tenha escrito em seu site.
  • Se possível utilize negrito na palavra ou frase que você tem como chave.

 

Description e Title

 

Talvez no seu sistema de conteúdo existam dois campos fora da área de edição, a qual possui a função de criar Titulo e Descrição (title ou description).

  • Title ou Titulo é aquele pequeno texto que aparece em negrito no Google representando o título de um resultado em sua busca, esse atributo é um dos mais poderosos para a indexação, por isso se seu programa de edição de texto tem este campo, preencha! E coloque sua palavra chave nele.

Dica: Para que não apareça reticencias utilize apenas 63 caracteres.

  • Description ou Descrição é aquele pequeno texto que você vê logo abaixo do titulo no resultado de busca do Google, esta descrição é um fator primordial na escolha do usuário, se ele ira clicar ou não, por isso faça um pequeno resumo que convença o usuário a entrar no seu site e também insira sua palavra chave nesta descrição.

Dica: Para que não apareça reticencias utilize apenas 160 caracteres.

 

Title e Description SEO para Jornalistas e Redatores

 

Conteúdo duplicado

 

Algo muito importante para se atentar, o Google não gosta de conteúdo duplicado, então nunca, jamais copie um longo trecho de texto de alguma outra fonte, este tipo de prática causa penalização por parte do buscador e o artigo pode perder sua relevância e consequentemente o site também.

Mas não é só copiar texto que o site gera conteúdo duplicado, o simples fato de colocarmos os artigos em duas ou mais categorias ou até mesmo utilizar tags, já se gera links separados para o mesmo conteúdo, criando assim conteúdo duplicado dentro do próprio site, por este motivo, opte por sempre utilizar apenas 1 categoria para cada artigo ou notícia. Isto é regra e é muito importante.

 

Long Tails, Short Tails e Head Tails

 

Essas três palavras são termos para definirmos a qual tipo de palavras chaves queremos, deixa eu explicar melhor:

  • As Long Tails são um conjunto de 3 ou mais palavras chaves dentro de um contexto, gerando algo similar a uma frase, ao escolhermos long tails como palavra chave temos mais chances de nosso artigo subir nas posições do Google por ser algo mais especifico.

Exemplo: Tênis nike preto número 38, se criarmos um artigo que possuem essa frase é mais fácil de subir nas posições do Google do que como  Tênis Nike.

Mesmo tendo um menor volume de pesquisas as Long Tails funcionam melhor quando precisamos alavancar páginas de conteúdo mais rapidamente.

  • As Short Tails são um conjunto de 2 ou 3 palavras chaves dentro de um contexto, gerando algo similar a uma frase, ao escolhermos Short Tails como palavra chave temos mais chances que as Head Tails, porem um pouco menos que as Short Tails de nosso artigo subir nas posições do Google por ser algo mais especifico.

 Exemplo: Tênis nike preto, se criarmos um artigo que possuem essa frase é mais fácil de subir nas posições do Google do que como  Tênis

As Short Tails tem um volume maior de pesquisa mais a concorrência também é maior dificultando um pouco mais o rankeamento.

  • As Head Tails é formado por apenas 1 palavra chave, ao escolhermos Head Tails como palavra chave temos poucas chances a um prazo curto para subir nas pesquisas, mas se conseguir fazer com que o artigo que contenha esta palavra chave ficar na primeira página do Google gerará grande trafego para o site. Mas vale lembrar que dependendo da palavra isso pode demorar meses até anos, e é necessário um trabalho de SEO extra para alavancar.

 Exemplo: Tênis.

Resumindo a união faz a força nesses casos.

 

As imagens também são importantes vamos otimiza-las

 

Com certeza você jornalista e redator colocam boas imagens no meio de seu texto, elas dão vida e ajudam na explicação do conteúdo e complementam a ideia.

Caso você não saiba elas também podem ser otimizadas para pesquisas e ajudam aos usuários a encontrarem seu site.

Muitas vezes as pessoas utilizam do Google Imagens para fazer pesquisas e a partir de lá pode chegar ao seu site.

Para otimizar as imagens é simples:

  • De nome aos bois, seu arquivo de imagem não deve ser DS1000.jpg mais sim o nome descritivo do que representa a imagem, exemplo: baleia-azul.jpg (neste contexto mostra-se na imagem uma baleia de cor azul).
  • Utilize textos alternativos para as imagens. O Google não sabe que na imagem tem uma baleia azul como no exemplo se você não disser que tem, no HTML existe um atributo para a imagem que chama ALT, mais uma vez você não precisa saber HTML os editores pedem para você colocar textos alternativos para as imagens, que no caso é preenchido esse atributo.

 

Conclusão

 

Otimizar seus artigos e notícias faram uma grande diferença no site que você mantem trazendo mais tráfego e gerando mais receitas para sua marca.

Faça isso sempre, otimize, pesquise termos do momento, organize todas as suas sugestões de palavras e com certeza você conseguira atingir seus objetivos.





Artigos Relacionados


Designer de Interface pós graduado em Arquitetura da Informação. UI/UX Designer e Front-end Developer, atualmente atendo empresas como freelancer e sou colaborador em uma agência de comunicação onde desenvolvo interfaces criativas com foco na experiência do usuário. Organizador por natureza acredito que o caos é a matéria-prima necessária.

Um comentário em “SEO para Jornalistas e Redatores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>